O que é Método Montessori e como funciona?

Em algum momento você deve ter ouvido falar em Método Montessori e seus inúmeros benefícios. Mas afinal, você sabe o que é Método Montessori e como funciona? É isso que eu vou explicar para você neste artigo!

Método Montessori, o desenvolver espontâneo!

O que é Método Montessori?

Saiba que o Método Montessori é uma perspectiva educacional observada e desenvolvida por Maria Montessori. Ao longo do tempo o método ganhou ajuda de colaboradores e se tornou uma prática educacional utilizada no mundo todo. Tendo como base o comportamento das crianças em diferentes ambientes, sendo eles estruturados ou não, o objetivo deste método é auxiliar no desenvolvimento da criança por inteiro, dando prioridade para o autoconhecimento. 

O Método Montessori tem sido estudado há anos por cientistas do mundo todo. Os últimos estudos realizados sobre o assunto comprovam que esse método educacional é a melhor forma de auxiliar no desenvolvimento das crianças, indo desde aspectos cognitivos, sociais, de conteúdo e emocionais, até o desenvolvimento cerebral. 

É importante compreender que esse método possui um jeito diferente de educar. O objetivo desta educação é despertar a curiosidade, o autoconhecimento, a empatia, o olhar social, entre outros aspectos de desenvolvimento que são muito importantes. Por isso, a pedagogia montessoriana utiliza inúmeras atividades diferentes e precisa de um local adaptado para aplicação do método. 

10 Critérios para escolher a escola do seu filho

Como o Método Montessori surgiu?

Criado por Maria Montessori no final do século XIX na Itália, esse método recebeu a colaboração de muitas pessoas desde a sua criação. Mas primeiro, saiba que Maria Montessori foi uma das primeiras mulheres a se formar em Medicina na Itália. Além disso, ela se tornou psiquiatra e cuidava especificamente de crianças com deficiências internadas nas alas psiquiatras. Foi observando as condições de vida dessas crianças naquela época que a médica começou a implementar mudanças na vida dessas crianças.

Em parceria com a Universidade de Roma, Montessori criou a Escola Ortofrênica, tendo como base métodos didáticos criados por Édouard Séguin. As crianças com deficiência estavam aprendendo mais na Escola Ortofrênica do que as crianças que não tinham deficiência e frequentavam as escolas comuns daquela época.

Os resultados surpreenderam a todos, por isso, Montessori começou a se aprofundar cada vez mais no assunto e a estudar métodos que auxiliam no desenvolvimento de todas as crianças, incluindo as que não tinham nenhuma deficiência. Depois de muitos anos surgiu a Pedagogia Científica, tendo como princípio uma abordagem gentil, educada, generosa, concentrada, disciplinada, com estímulo da independência e curiosidade das crianças. 

Disciplina positiva: Entenda o que é e quais as vantagens!

Embora ainda existam poucas escolas que são, de fato, Montessori em todo o mundo, alguns aspectos educacionais deste método se tornaram universais, tais como:

  • Cadeiras e mesas baixas;
  • Educação baseada no trabalho sensorial;
  • A importância de práticas de movimento na primeira infância;
  • A eliminação do castigo nas escolas;
  • Comunicação respeitosa entre todos;
  • Uso de materiais concretos que possam ser manipulados pelas crianças;
  • Valorização de descobertas científicas que incluem a prática pedagógica.

Essas e outras práticas foram criações de Montessori, que foram organizadas e disseminadas em cursos, livros e por meio de várias outras pessoas que passaram a aplicar o método ou parte dele nas escolas do mundo todo.

Princípios do Método Montessori

O Método Montessori não foi desenvolvido tendo como base princípios, mas sim em metodologias de ensino que se aplicam ao ambiente e ao tratamento gentil com as crianças. No entanto, alguns princípios fazem parte da abordagem montessoriana e são importantes para a aplicação do método. Veja a seguir quais são eles:

Autoeducação

No Método Montessori as crianças são estimuladas a aprender algumas coisas sozinhas, como falar, andar, comer, receber, reconhecer a aparência e a voz, fazer carinho, entre outras coisas. Tudo isso foi observado inicialmente por Montessori, que percebeu a importância de estimular essas e outras formas de autoconhecimento. 

Hoje em dia, sabe-se que a criança é capaz de aprender muito apenas observando, tendo oportunidade para experimentar e tentar, não sendo interrompida, aprendendo com os próprios erros, corrigindo os erros sozinha e superando suas próprias dificuldades, tudo em seu ritmo particular.

Educação cósmica

As crianças são naturalmente curiosas e o Método Montessori visa manter esse interesse pelo mundo ao longo da infância. Neste método, as crianças aprendem que todas as coisas estão conectadas e que dependem umas das outras para poder existir. Essa visão traz para a criança a sua importância no mundo, o senso de gratidão, a união e o respeito pela natureza. 

Educação como ciência

O ensino da maioria das escolas atualmente, ainda é baseado em métodos arcaicos onde os professores ensinam aquilo que aprenderam quando eram jovens e esse conhecimento é passado de forma mecânica, com o mesmo conteúdo, no mesmo tempo e para todas as crianças, sem respeitar a individualidade de cada um.

Na pedagogia montessoriana a educação tem como base a ciência, ou seja, práticas que comprovadamente funcionam e possibilitam o desenvolvimento das crianças por completo. Além disso, é respeitada a individualidade, o tempo de cada criança e suas particularidades. 

Ambiente preparado

A liberdade é uma das coisas mais importantes para esse método, por isso, é fundamental ter um ambiente preparado com todos os estímulos necessários. Em uma escola montessoriana, o ambiente é adaptado para a altura da criança, para que ela possa se tornar alguém independente, que descobre e aprende sozinha e que sabe aproveitar seu espaço da melhor forma possível.

Adulto preparado

Outro princípio muito importante é que o adulto próximo a criança deve estar preparado para aplicar o método educacional criado por Montessori. A forma como esse método é aplicado é diferente do ensino comum da maioria das escolas. Por isso, é importante ter esse conhecimento específico.

Um adulto preparado é aquele que trata a criança com respeito, educação, disciplina, reconhece as necessidades da criança, oferece estímulos, sabe usar o ambiente a favor do desenvolvimento, estimula a independência e interfere minimamente no aprendizado, para que a criança possa descobrir o mundo sozinha. 

Criança equilibrada

As crianças quando pequenas possuem o equilíbrio entre mente e corpo, mas acabam perdendo essa noção com a influência dos pais e adultos à sua volta. Elas passam a experimentar o medo, a submissão, a irritabilidade e outras consequências de uma educação que não é baseada no Método Montessori. 

No entanto, uma criança que aprende por esse método fica cada vez mais próxima desse equilíbrio, trabalhando mente e corpo ao mesmo tempo em cada ação. Isso traz inúmeros benefícios, sendo o principal deles a concentração e alegria em realizar atividades. 

Como funciona uma escola montessoriana?

Em uma escola montessoriana, todos os princípios anteriores estão presentes, além de outros aspectos muito importantes para que o Método Montessori seja implementado com sabedoria. Sendo assim, veja a seguir o que é indispensável em uma escola montessoriana:

  • Profissionais de educação formados e especializados no Método Montessori;
  • Currículo Montessori incluindo ambiente preparado, materiais de aprendizado, períodos de trabalho ininterrupto, atividades em grupos e individuais, ensino com alto grau de liberdade, entre outras práticas;
  • Salas preparadas e com agrupamentos etários adequados de acordo com o desenvolvimento;
  • Avaliação do desenvolvimento por meio de observações e registros.

É importante compreender que cada escola montessoriana possui suas regras e formas de conduzir o método de ensino, mas todas elas se baseiam nos elementos mencionados anteriormente para guiar a educação das crianças. 

Agora que você já sabe o que é Método Montessori e como funciona, conte nos comentários o que você achou desta prática pedagógica. 

Posts Relacionados

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais