Criar um filho não é uma tarefa muito fácil, nós mães amadurecemos e passamos por fases bem complexas. É importante criarmos uma criança responsável que esteja feliz em ajudar, não com relutância em contribuir. Com um pouco de paciência e alguns truques, vamos encontrar o caminho certo para criar nossos filhos com responsabilidade e para que se tornem um adulto responsável.

As crianças que não tem responsabilidade se sentem autorizadas e pensam que o mundo sempre fará por elas.

criança

Seja exemplo 

Seja sempre sua melhor versão, procurando ser exemplo para seu filho. Se caso venha a perder o controle, a paciência, e grite com ele, explique  porque o ocorrido, se errou, reconheça e peça desculpas.

Caso prometa algo, como passeio, ou qualquer outra coisa, cumpra com prometido. A falta de comprometimento passa uma imagem que sua palavra não é confiável e que você não assume seus compromissos, fazendo com que a criança pense que poderá fazer o mesmo com outras pessoas.

Aqui em casa só falamos o que temos a fazer, ou o que estamos programando já em cima da situação, para não causar desconforto caso não aconteça. Até porque a ansiedade é muita e se cria muita expectativa.

Atribuindo tarefas adequadas à idade

Todos na sua família podem receber tarefas específicas para ensinar a responsabilidade, até mesmo os filhos pequenos podem ajudar. A partir dos 2 anos eles já podem realizar alguns tarefas , como exemplo guardar os brinquedos. Mesmo com pouca idade eles já possuem coordenação motora para desempenha-las.

Conforme vão crescendo, vamos ensinando a se virarem sozinhos, para garantir também a sua sobrevivência: autonomia.

Abaixo uma tabela com dicas de tarefas que podem ser feitas pelas crianças, separadas por faixa etária.criança

Descreva as responsabilidades de cada membro da família

Defina as responsabilidades de cada membro da família. Uma pessoa responsável é aquela que cumpre com sua palavra. Assim, seu filho verá que é preciso um tempinho para a realização destas tarefas. No futuro ele saberá se virar sozinho!

Aqui as tarefas são divididas, também para não me sobrecarregar. Luiz Miguel tem as obrigações dele, como exemplo:

  • Arruma a cama;
  • Por e retirar a mesa após as refeições;
  • Colocar roupas sujas no cesto;
  • A louça que ele utiliza, ele quem lava;
  • O quarto é ele quem organiza. Muitas vezes varre e passa pano. Mas sempre tem aquele dia que dou a geral.

criança

Elogie por assumir responsabilidade

Um trabalho bem feito é louvável. Nós muitas vezes esquecemos de elogiar, mas precisamos estar sempre por perto para elogiar um trabalho bem-feito, exemplo, quando tiram suas roupas do chão e tira pó dos móveis.

Mas não exagere, muitos elogios não evita que a criança seja confiante!

Diga por exemplo: Parabéns, você estudou e se esforçou bastante para tirar uma nota boa! Bom trabalho!”

E não, “Como você é inteligente! Tirou uma nota boa!”

Elogie suas ações e não características.

criança

Não faça pelo seu filho o que é tarefa dele

Essa é difícil, pois precisamos ensinar e deixar que façam. Por estarem aprendendo, por mais que seja uma tarefa simples, irá demorar, levará mais tempo, mais que o esperado. Ou até mesmo não irão querer realiza-la, e nossa vontade é logo colocar a mão na massa e acabar tudo rápido. Mas precisamos ter muita paciência respeitando o desenvolvimento e o mais importante: dar oportunidades para ele aprender coisas novas.

Evite recompensas constantes

Ao invés de prometer ao seu filho um doce, se ele retirar o lixo, deixe-o sentir a recompensa por assumir a responsabilidade, sem ser subornado. Você pode surpreender seu filho recompensando um dia por semana, mas não usar um bolso cheio de doces, para que possa distribuir um pedaço cada vez que ele cumprir com seus afazeres.

Deixe seus filhos sentirem as consequências de serem responsáveis

O que acontece se você parar de limpar a casa, levar as crianças para qualquer lugar onde elas precisarem ou não escovar mais os dentes? É claro que você cumpre suas obrigações e também pode garantir que seus filhos façam sua parte.

Nós tendemos a fortalecer nossos filhos, estabelecemos responsabilidades várias vezes, mas eles parecem continuar esquecendo? Brigar, gritar, se descabelar não adianta, eu já passei por essa fase (ainda passo, kkk), mas procuro me controlar.   Antes de começar a revelar as responsabilidades do seu filho, comece por quais serão as consequências.

Você pode fazer isso como uma consequência contínua, exemplo: Se não fizer essas cinco tarefas toda semana, ficará sem ver TV ou você pode definir essas consequências toda semana com base nas ações que você está fazendo atualmente.

Seja paciente

Seus filhos precisarão de tempo, eles ainda são crianças e precisarão desse tempo para relembrar seus deveres e compreender plenamente sua importância.

Sua liderança é crucial se você quiser criar uma criança responsável que se tornará um adulto responsável. Mas precisa ser feito de maneira estimulante, encorajando-os a participar e incentivando-os a contribuir. Caso contrário, seu filho começa a entender os deveres como algo em que eles têm problemas, e não algo realmente útil.

Escolha suas batalhas e lembre-se de que criar uma criança responsável é uma meta de longo prazo que não será cumprida da noite para o dia.

criançaAbraços, Mayara Figueredo!

2 Comentários

  1. Muito interessante! Já fui lá na planilha que vc fez para ver se o Estêvão está conseguindo fazer o que deveria na idade dele kkk

  2. Otimo post! Adorei as dicas . Algumas já utilizo aqui , outras eu tento rsrs Mas estou sempre na busca de dar uma ótima educação ao meu filho !

Deixe seu comentário

Pin It
error: Content is protected !!