Adaptação Escolar

Olá famílias,

na próxima semana Laura irá iniciar um novo ciclo de sua vida, ela irá para creche, pensando em nos ajudar trago hoje alguns  passos para aliviar esse processo.

Nossa capacidade de se adaptar a novas situações não pode ser comparada aos recursos que um bebê ou criança precisa adaptar.

Temos uma riqueza de experiências e são elas que nos permitem adaptar-se a novas situações, de uma forma mais confortável e controlada, mas para as crianças nós temos que ensinar desde muito cedo.

Dicas para uma boa adaptação 

A capacidade de um bebê ou criança de se integrar a um novo ambiente depende de seu modo de ser, mas também de como os padrões de sua adaptação são desenvolvidos. Sair de casa e integrar-se em um novo ambiente, com colegas que nunca viram, com regras diferentes a serem aprendidas e em um lugar desconhecido, não é fácil. Para piorar a situação, pai e mãe não estão lá para ajudar.

Na primeira infância, tudo é novo para as crianças. E só nós, os pais, somos os únicos que podem ajudá-los com o apoio e a compreensão de que precisam em momentos como este. A  integração da criança  em uma creche deve ser feita gradualmente, isto é, passo a passo, sem pressa ou sobrecarga. É muito importante respeitar o tempo e as exigências de cada criança em particular.

Adaptação Escolar

10 passos para adaptar o bebê à creche

Para garantir que seu filho se adapte bem ao  berçário  ou escola, trago a seguir algumas dicas para ajudá-lo a superar essa situação naturalmente.

1. Adaptação do tempo 

Em primeiro lugar, leve o bebê ou a criança apenas por algumas horas até o berçário e, pouco a pouco, vá aumentando a programação. Lembre-se de que cada criança é única e precisa do seu próprio tempo.

2. Objetos de apego

Deixe seu filho levar, caso queira, seu brinquedo favorito , ou algo que seja familiar para ele e o mantenha junto com sua casa.

3. Despedidas Rápidas

Evite prolongar as despedidas. Devemos transmitir segurança para a criança e evitar o drama. Seu filho deve saber que daqui a pouco você vai buscá-lo e que o que você está fazendo é o melhor para ele.

4. Motivação e Encorajamento

Incentive-o a compartilhar com você as experiências que ele aprende na escola. E ele mostra alegria e entusiasmo pelo seu progresso.Adaptação Escolar

5. Entradas e Saídas

É conveniente que nós pais leve e busque. Essa rotina lhe dará segurança e, além disso, nós nos acostumamos com a mudança da rotina.

Leia também:

Confira 7 passos para ensinar seu filho a gostar de ler

Birras: Causas e como evitá-las

6. Contato direto

Sempre que considerar necessário, converse com o professor e ou educador sobre suas dúvidas, suas preocupações e quaisquer mudanças que você observar na criança.

7. Atividades

Procure ser informado sobre as atividades que estão desenvolvendo em sala de aula, para entender e aprimorar seu aprendizado.

8. Evolução e Etapas

A evolução da criança deve ser informada aos educadores ( remoção da fralda ou chupeta) para que sejam usados ​​da mesma forma em casa e na escola.

9. Comida

Tente levar em conta o que a criança come todos os dias na creche, solicitando o menu, a fim de oferecer uma dieta mais equilibrada.

Adaptação Escolar

10. Atmosfera Descontraída

Para uma melhor adaptação, é conveniente que seu dia não comece com pressões ou fardos para sair de casa. Então não se apresse pela manhã. Tente acordá-lo a tempo de tomar um café da manhã tranquilo e ir para creche sem estresse.

Meu Relato

Confesso que esta fase da adaptação escolar não é tão simples quanto pensamos. As dicas são válidas, sim, ajudam muito, mas na minha época, a nove anos atrás, quando aos 10 meses precisei colocar o Luiz Miguel para poder trabalhar não havia tanta informação como hoje.

A princípio levava e aguardava, ele ficou no início por 3 horas, mas chorava muito, ele no berçário e eu do lado de fora, (coisas de mãe). Após uma semana optei por coloca-ló em uma van escolar, ( ah estou aqui escrevendo e passa um filme na minha cabeça lembrando de cada momento) fui no primeiro dia com ele, até porque era mais uma adaptação a fazer, no segundo me escondi na van, e não é que me surpreendi, ficou super tranquilo, já no terceiro optei por não ir, chorou, claro, mas foi no momento, daquele dia em diante ele foi sozinho, e na creche já passou a se adaptar melhor.

Coração fica dolorido, mas não me arrependo e foi o melhor a fazer naquele momento. vejo o quão importante foi para ele, por ter mais independência e autonomia.

Agora passarei está mesma fase com a Laura, e o coração está como?! Talvez seja mais fácil, porém tenho certeza que será da mesma forma, aliás já está sendo, pois já estou sentida com a separação, mas consciente que para ela é importante este novo ciclo que se inicia!

Adaptação Escolar

Vou compartilhar com vocês todo o processo no Story do Instagram, aproveitem para nos seguir, clicando aqui!

Espero que tenham gostado. Caso tenha alguma dúvida sobre o tema ou sugestão, deixe seu comentário. Ou caso queira divida sua experiência comigo!

Abraços, Mayara Figueredo!

Autor

Sou Mayara Figueredo, tenho 33 anos. Mãe em tempo integral, esposa e administradora do lar!  Venha compartilhar seus momentos e experiências na maternidade comigo. Sejam bem vindos!

1 Comentários

Deixe seu comentário

Pin It
Traduzir
error: Content is protected !!