fbpx

O que é enurese noturna?

Enurese noturna é a perda involuntária de urina durante o sono após os 5 anos. Conhecida popularmente como xixi na cama, atinge cerca de 15% das crianças, 7% aos 10 anos e 3% aos 12 anos. A incidência é maior nos meninos do que nas meninas. Sob determinadas circunstâncias, numa minoria de casos, episódios de perda de urina podem ocorrer na adolescência e na vida adulta enquanto a pessoa dorme.Enurese Noturna

Classificação da enurese noturna

Primária: Quando a criança sempre teve enurese.

Secundária: Quando a criança ficou pelo menos 6 meses sem apresentar enurese e voltou a apresentar.

Monossintomática: O único sintoma é a enurese.

Não monossintomática: Quando, além da enurese, a criança apresenta outros sintomas miccionais, como urgência, incontinência, etc.

Quais são as causas da enurese noturna

A enurese tem causas multifatoriais, sendo as principais:

  •  Quando os pais tiveram enurese .
  • Algumas crianças com enurese apresentam uma alteração na secreção noturna do ADH (Hormônio Antidiurético) e terão a produção de urina aumentada durante a noite.
  • Algumas crianças apresentam contrações involuntárias da bexiga durante o sono, que causam a perda de urina.
  • Criança com enurese tem dificuldade de despertar, não acordando com os sinais da bexiga cheia ou com a contração da mesma (hiperatividade vesical).

Qual momento procurar um especialista

Geralmente a maioria das crianças deixam de fazer xixi na cama conforme vão crescendo. Em alguns casos elas podem precisar de ajuda para controlar a enurese ou este ser um sintoma de outras condições médicas que demandam atenção. Então, procure o médico quando:

  • A criança ainda tem episódios de enurese depois dos sete anos,
  • A criança voltar a fazer xixi na cama depois de alguns meses de controle ,
  • Se além deste sintoma, ela tem dores para urinar, sede anormal, urina avermelhada, fezes duras ou ronco.

Enurese Noturna

O diagnóstico

O diagnóstico é feito, basicamente, através de uma história clínica bem detalhada, quando o médico obtém os dados e detalhes dos sintomas da crianças e com uso de um instrumento chamado Diário Miccional, no qual se avalia o padrão miccional da criança durante o dia e o volume que ela urina durante a noite.

Leia também: Tudo o que você precisa saber sobre fimose

O tratamento

O tratamento da enurese deve ser individualizado, depende do tipo de enurese que apresenta. É importante lembrar que o envolvimento e participação tanto da criança quanto da família são primordiais para o sucesso.

A vantagem do tratamento é que ele acelera o processo de cura, uma vez que o fato de fazer xixi na cama depois dos 5 anos pode representar um golpe duro na autoestima da criança, podendo até interferir negativamente em seu desempenho escolar.

A princípio é necessário fazer mudanças nos hábitos de vida, evitando ingerir líquidos antes de dormir, assim como evitar alimentos ácidos que possam irritar a bexiga ou aqueles que retardam o funcionamento dos intestinos.

É muito importante os pais terem em mente que ninguém faz xixi na cama porque quer. Portanto, críticas e castigos só agravam a situação. Em vez disso, essas crianças precisam de estímulo, reconhecimento e reforço positivo, quando a roupa de cama amanhece seca.

Outro recurso terapêutico é o uso de alarmes. Eles funcionam da seguinte maneira: à noite,  colocam-se um sensor próximo aos genitais e um alarme sonoro preso na roupa na altura do ombro. Ao primeiro sinal de perda de urina, o alarme dispara, a criança acorda e vai ao banheiro fazer xixi. Além dos bons resultados que oferece, a vantagem desse aparelho é que está isento de contraindicações e de efeitos colaterais.

Alguns medicamentos promovem bons resultados no controle a enurese noturna, porque ajudam a reduzir a produção de urina. No entanto, só devem ser prescritos pelo médico que acompanha o paciente devido os efeitos adversos que podem promover.

Prevenção

  • Fazer com que a criança beba bastante água durante o dia para que seu cérebro reconheça a sensação de bexiga cheia;
  • Evitar ingerir  líquidos à noite,
  • Ir ao banheiro antes de dormi e ao acordar.
  • Crianças que voltam a fazer xixi na cama depois de superada, merecem um cuidado especial, pois ela pode estar emocionalmente insegurança por causa do nascimento de um irmão, problemas na escola ou conflitos na família.

Enurese Noturna

Fonte: Portal da Urologia 

Mayara Figueredo

Autor

Sou Mayara Figueredo, tenho 34 anos. Mãe em tempo integral, esposa e administradora do lar!  Venha compartilhar seus momentos e experiências na maternidade comigo. Sejam bem vindos!

2 Comentários

  1. Muito interessante! Por aqui o filhote #aos8 teve dois episódios de xixi na cama neste semestre, e os dois estavam ligados a ansiedade (e falta de ir ao banheiro antes de dormir).

  2. Leandro Figueredo Resposta

    Informação importante.
    Não imaginava que esse “xixi” noturno fosse um probleminha.

Deixe seu comentário

Pin It
Traduzir
error: Content is protected !!