Como o pai pode ajudar a mãe na amamentação?

Pai
Pai

Como o pai pode ajudar a mãe na amamentação? Confira quais as principais dicas para auxiliar a mulher em um dos momentos mais delicados após a chegada do bebê, a fim de oferecer o suporte necessário e fazer parte desse belo momento.

Apesar de a amamentação ser um momento íntimo entre a mãe e seu pequeno, os pais podem participar oferecendo apoio e suporte, afinal, os cuidados com a saúde do filho é de responsabilidade de ambos e, com certeza, a mãe sempre precisa de auxílio.

No entanto, a verdade é que o suporte do pai é importante já antes do nascimento de seu filho, pois o mesmo deve acompanhar a gestante em suas consultas médicas, aulas sobre parto e amamentação, além de ler sobre os cuidados com o recém-nascido se possível. De forma que esteja preparado para essa nova fase de suas vidas.

Está mais do que na hora de mudarmos a concepção – infelizmente presente na mentalidade de muitas pessoas, de que a mãe deve cuidar do bebê sozinha durante o período de amamentação.

Entendemos que não é em todos os momentos que o pai poderá estar presente na fase de amamentação, mas há diversos cuidados que pode ajudar a realizar para tornar essa fase mais agradável para a puérpera.

Qual a importância da participação do pai durante a amamentação?

Após o momento de êxtase pelo nascimento do bebê, começa uma nova jornada, a qual inclui os horários de amamentação, cuidados especiais e muito atenciosos com o pequeno, cansaço físico e necessidades da mãe, choradeira à noite, e muito mais.

Como a amamentação é um processo que exige muita energia da mulher, principalmente, nos primeiros meses, o ideal é ter alguém para ajudá-la com as demais tarefas da casa e com o bebê, permitindo que ela descanse quando necessário e não se sobrecarregue.

O pai é muito importante para auxiliar nos cuidados com o bebê e a mãe, principalmente no período noturno em que o pequeno acorda, precisa trocar falda, ajudar a mulher a ir ao banheiro (no caso de parto Cesária), etc.

Além disso, não a importância do pai não está apenas associada aos cuidados físicos com a mãe e seu filho, mas com o apoio emocional de que a mulher precisa em um momento tão delicado, o qual envolve o cansaço, tarefas, cuidados, etc.

Fases do leite materno: Entenda como o leite muda na amamentação!

Como o pai pode ajudar na prática?

Uma forma de o pai saber o que fazer para ajudar na prática é participar de um curso de amamentação junto com a mãe, geralmente, em cursos sobre parto, esse e demais assuntos até o cuidado com o recém-nascido é abordado. Num curso de amamentação, os pais aprendem assuntos relacionados à:

  • Aproximação do bebê com sua mãe na hora de amamentar.
  • Posicionamento do bebê na hora de se amamentar para realizar uma boa pega.
  • Utensílios que a mãe pode precisar (bomba de leite, protetor de seio, etc.).

Cuidar do bebê após a amamentação

Como a amamentação é um momento delicado nas primeiras semanas após o parto, momento em que a mãe está mais cansada, o ideal é que o pai cuide do bebê após a amamentação acabar, a fim de colocá-lo para dormir, enquanto a mãe tenta relaxar.

Fraldas e banho

Principalmente durante a noite, momento em que os bebês acordam com frequência e as mães precisam amamentar. No caso, à noite, o pai deve ajudar com a troca de fraldas. Já durante o dia, aproveite para dar banho no bebê quando preciso. Essa é uma maneira de fortalecer o vínculo com o seu filho, você pode cantar para ele ou conversar com o pequeno.

Hidratação e nutrição da mãe

Algumas mamães acabam se empolgando com os cuidados com o pequeno e esquecendo-se de si mesmas, negligenciando o horário das refeições, beber água para se hidratar ou comer frutas.

Um fator essencial para que as mães consigam amamentar o seu bebê e fornecer o rico leite, é estar bem alimentada e hidratada. Portanto, os pais podem lembrá-las de beber líquido o suficiente, realizar suas refeições, consumir frutas.

Posicionar o bebê

Após fazer o curso ou conversar com a enfermeira, os pais podem colocar em prática os cuidados com o pequeno. No caso, posicioná-los de forma adequada quando acordam e choram a noite, acordando a mãe somente se for preciso alimentar.

Além disso, ao aprender a posicionar o bebê, pode ajudar a mãe na hora da amamentação, caso esteja com dificuldades.

5 posições para amamentar recomendadas por especialistas

Como dar apoio emocional a mãe?

Pai
Pai

O apoio emocional durante o período da amamentação  é essencial para as mulheres, como mencionado, nesse período elas ficam mais cansadas e pensam em muita coisa, pois além de sua preocupação com o filho que acabara de nascer, ainda há pensamentos sobre as contas a pagar, trabalho, organização do lar, refeições, atenção ao restante da família, etc.

Apoiá-la emocionalmente envolve ter momentos de conversa, ajudá-la com as tarefas em geral, incluindo os cuidados com o bebê, preparar uma refeição da qual ela goste de comer, passar um momento com ela e o sue filho, estar presente ao menos em uma amamentação do dia, realizar os cuidados com o bebê próximo a ela (troca de fraldas, botar para ninar, etc.), acompanhar no pediatra, entre outros.

Além disso, o pai deve estar atento a sinais de tristeza extrema, choros com frequência e comportamentos estranhos, a fim de consultar um médico se necessário, uma vez que, há mulheres que desencadeiam doenças como a depressão pós-parto.

Gostou das dicas, então compartilha sua experiência conosco deixando seu comentário!

Comente nossa postagem!

Seu endereço de email não será publicado.

Tons de cinza: veja como montar uma sala de estar cinza Como fazer uma decoração infantil simples de aniversário 4 Dicas de como iniciar seu filho no ciclismo