Teste do pezinho ampliado: Diagnóstico precoce de doenças em bebês

Teste do Pezinho Ampliado
Teste do Pezinho Ampliado

O teste do pezinho ampliado é um dos primeiros exames mais importantes a ser realizado em bebês, pois através do mesmo é possível realizar o diagnóstico precoce de doenças em bebês. No entanto, esse exame mais completo é realizado somente em instituições de saúde privada, o SUS (Sistema Único de Saúde) oferece somente o exame simples que serve para diagnóstico básico.

Realizar todos os cuidados e seguir as instruções do tratamento pré-natal é um dos caminhos essenciais para garantir o acompanhamento médico necessário para saúde e segurança durante a gestação até o parto, no entanto, não podemos deixar de falar sobre a importância dos exames realizados a partir do nascimento do bebê, sendo o teste do pezinho ampliado um dos mais importantes.

Confira também: Remédios que devem ser evitados por mulheres grávidas.

Para que serve e como é realizado o teste do pezinho?

Como muitos já sabem, o teste do pezinho é realizado a partir do sangue do calcanhar dos bebês – o qual é retirado com auxílio de uma agulha fina, logo após, as gotas de sangue são colocadas sob um papel que é enviado para os laboratórios para análise.

Teste do pezinho simples

Teste do Pezinho Simples
Teste do Pezinho Simples

Na rede pública de saúde é realizado o teste simples que identifica somente alguns tipos de doenças, além disso, apesar de o teste ser realizado assim que o bebê nasce, acontece de demorar a ser realizado no SUS, e a mãe deve ficar atenta já que o prazo máximo para realização é até cinco dias após o nascimento do bebê. Normalmente, as mamães precisam levar o seu bebê até uma UBS (Unidade Básica de Saúde) dentro deste período para realização do teste.

Doenças detectadas pelo teste do pezinho simples

Como mencionado, as seis doenças detectadas pelo teste do pezinho simples pelo SUS são:

  • Anemia Falciforma: Alteração genética no formato das hemácias (células sanguíneas) que diminui a eficiência no transporte de oxigênio para as células, a qual tem como principais consequências: apatia, dores generalizadas, fraqueza, etc.
  • Deficiência de biotinidase: doença hereditária que afeta o metabolismo, podendo causar: dermatite, surdez, atraso no desenvolvimento, convulsão e quedas de cabelo. 
  • Fenilcetonúria: Doença genética rara que prejudica o sistema neurológico.
  • Fibrose cística: Doença que afeta o sistema respiratório, digestivo e glândulas sudoríparas. Também conhecida como musciviscidose, é uma doença hereditária, genética e autossômica.
  • Hipotiroidismo: Causa retardo mental grave se for descoberto tarde.
  • Hiperplasia adrenal: Prejudica os hormônios essenciais para funções do organismo, bem como, o cortisol e aldosterona. Caso não haja tratamento precoce, o bebê pode evoluir para um quadro de desidratação em seus primeiros dias de vida e ir a óbito.

Teste do pezinho ampliado: Essencial para diagnóstico completo

Como mencionado, o teste realizado de forma gratuita pelo SUS oferece o diagnóstico básico, mas há outras doenças que devem ser descobertas logo quando o bebê é recém-nascido, a fim de realizar o tratamento precoce evitando agravamento das condições para que a criança possa ter melhor qualidade de vida.

Atualmente, de acordo com o Ministério da Saúde, o processo de implementação do teste do pezinho ampliado conta com cinco fases de implementação prevista na Lei nº 14.154/2021. No entanto, a implementação ainda não foi realizada em alguns Estados e a primeira fase passa seria para incluir o teste de Toxoplasmose Congênita, mas para realização ainda está sendo aguardada a publicação da portaria de saúde do Ministério de Saúde.

No caso do teste do pezinho ampliado, ele também é realizado da mesma forma que no SUS, ou seja, através do sangue do calcanhar dos bebês entre o seu terceiro ou quinto dia de vida. No entanto, é utilizada uma técnica de espectrometria de massas em tandem (MS/MS).

Doenças diagnosticadas pelo teste do pezinho ampliado

A técnica MS/MS permite que seja realizado o rastreamento do grupo de doenças Erros Inatos do Metabolismo – incluindo além dos exames básicos mencionados no tópico anterior, o diagnóstico de: distúrbios de beta oxidação de ácidos graxos, doenças lisossômicas, distúrbios orgânicos, aminoacidopatias e distúrbios no ciclo de uréia, entre outras. Através do teste ampliado é possível diagnosticar mais de 50 doenças.

Qual o preço do teste do pezinho ampliado?

O teste do pezinho ampliado custa entre R$ 250 a R$ 600 em clínicas, hospitais e laboratórios particulares. Esse exame tem sido motivo de debate e diversas campanhas no SUS para sua implementação de forma gratuita para a população.

Resultado teste do pezinho ampliado: O que fazer?

Caso o teste mostre resultados positivos para algumas doenças, será preciso realizar a confirmação através de um teste comprobatório. Apesar de essa informação assustar os pais, é preciso tentar se acalmar, pois não significa que a criança irá desenvolver a patologia. No entanto, é essencial realizar acompanhamento médico para tratamento precoce, além de evitar agravações nos quadros.

Ter essa informação descoberta o mais rápido possível é essencial para garantir a qualidade de vida dos bebês em suas diferentes fases de desenvolvimento e evitar sequelas futuras decorrentes da doença.

Caso Théo viraliza nas redes sociais – filho de jornalista da Globo, portador de Acidúria Glutárica

Larissa Carvalho, jornalista da Globo TV em Minas – Belo Horizonte, viralizou nas redes sociais após compartilhar o seu desabafo sobre as condições de saúde de seu filho Théo, atualmente com 6 anos, portador de Acidúria Glutárica (doença que afeta a metabolização de proteína. Doença hereditária rara e genética de automação recessiva).

Ela conta sobre como ocorreu a descoberta da doença que acometeu seu filho, paralisia cerebral, a qual poderia ter sido identificada de forma precoce através do teste do pezinho ampliado, a fim de terem sido realizados tratamentos adequados para melhorar a qualidade de vida de seu pequeno.

Larissa, participa de uma ONG chamada “Vidas Raras” que luta pela implementação do Teste do Pezinho Ampliado no SUS, através de um abaixo assinado que com 1 milhão de assinaturas pode ser aprovado para virar lei, pois há a obrigatoriedade do Ministério da Saúde em resolver o assunto. Ao participar de assembleias, dar palestras e ir atrás de deputados em seu Estado – Minas Gerais, ela conseguiu que os deputados criassem uma lei para melhorar o serviço gratuito do teste realizado pelo SUS.

Abaixo, incluímos o vídeo em que ela conta seu relato para motivar e ajudar as mamães que passam por essa situação, além de ressaltar a importância do teste do pezinho ampliado:

Evento “Voz e Vez das Mães”, Revista Crescer – Globo: Importância do teste do pezinho

No evento realizado pela revista Crescer – Globo, dia 26 de maio deste ano, auditório da Editora globo – Rio de Janeiro, com objetivo de discutir sobre “o olhar da sociedade para as mulheres e mães com mais respeito”, um dos temas abordados com grande importância foi a conscientização sobre a importância do teste do pezinho ampliado, sendo o dia 6 de junho, o dia internacional do exame.

A autora do blog Amor e Maternidade, Mayara Figueredo, participou do evento que além de ressaltar a importância do teste do pezinho, tratou de assuntos relacionados a problemas e dificuldades pelas quais as mães enfrentam desde a gestação até o dia a dia cuidando dos seus filhos em cada fase de desenvolvimento dos mesmos, principais cuidados com os recém-nascidos, alimentação, doenças como depressão pós parto e diversos outros temas.

No evento, o qual foi muito emocionante, Mayara assistiu através de vídeo a entrevista de Larissa Carvalho – Jornalista da Globo e mãe de Theo, que tocou profundamente seu coração e decidiu compartilhar essa informação com mais mulheres, sejam elas mães ou que estejam planejando em se tornar uma, para ressaltar a importância do teste do pezinho ampliado, levando essa informação essencial para todas as leitoras aqui do blog.

Teste do Pezinho
Teste do Pezinho

 O evento contou com a presença de profissionais da área da saúde e mães famosas que deram palestras e abordaram ótimas pautas sobre saúde, filhos e maternidade:

  • Jornalista Andréia Sadi, com o tema “Para começar não somos máquinas”;
  • Psicanalista Elisa Samas, com o tema “cuidar de você, não pode ser uma sobrecarga”;
  • Atriz Fernanda Rodrigues, mãe de dois filhos;
  • Jornalista Paola Lobo, mãe de quatro filhos;
  • Editora da Revista Crescer – Renata Menezes, com o tema “tomar conta de tudo”;
  • Atriz Juliana Alves, mãe de uma filha;
  • Empreendedora Anny Meisler, mãe de três filhos;
  • Médica pediatra Ana Bárbara Jannuzzi;
  • Apresentadora e mãe Rafa Brites por videoconferência.

Para mais detalhes sobre esse dia incrível, e saber mais afundo sobre os temas tratados no mesmo, acesse o link da Revista Crescer Globo sobre o evento.

Posts Relacionados
Comente nossa postagem!

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais