Introdução Alimentar

A introdução alimentar é uma das fases de grande desenvolvimento para o bebê. É nesta fase que ele começa a perceber os sabores, criar seus próprios gostos em relação a comida e até mesmo desenvolver seus hábitos alimentares.

É por isso que os pais precisam de um conhecimento específico para iniciar a introdução alimentar. Afinal, é nesse momento que o bebê aprenderá sobre alimentação saudável. E se isso não for cultivado desde o início, oferecer legumes, verduras e frutas depois é algo muito mais difícil.

Mas a verdade é que nem todo mundo tem tempo para fazer papinhas frescas todos os dias ou para criar novas receitas para variar o cardápio. Pensando nisso, criamos um e-book completo sobre a introdução alimentar, e é sobre isso que falaremos a seguir!

O que é introdução alimentar?

É a fase em que o bebê começa a comer os primeiros alimentos sólidos. Desde o nascimento, o bebê consome apenas o leite materno/fórmula que é um alimento líquido. Mas para desenvolver o paladar, criar hábitos alimentares e se adaptar a outros tipos de alimentos, é necessário passar pela fase de introdução alimentar.

Afinal, se o bebê só se alimentava de leite, ele não estará apto para comer alimentos sólidos de um dia para o outro. Nem mesmo seu organismo estará pronto para comer todo tipo de alimento sólido como as crianças e os adultos fazem.

Sendo assim, podemos resumir que essa é uma fase transitória que divide o aleitamento exclusivo e o início da alimentação com sólidos e outros líquidos.

Introdução alimentar

Quando começar a introdução alimentar?

Há orientações específicas sobre o momento ideal para começar a introdução alimentar. De acordo com o Ministério da Saúde, Sociedade Brasileira de Pediatria e a Organização Mundial da Saúde, o bebê deve receber o aleitamento exclusivo até os 6 meses de vida.

Após completar os 6 meses, ele já pode começar a introdução alimentar respeitando cada fase do bebê e a própria adaptação da criança. Antes dos 6 meses, os principais órgãos de saúde não recomendam oferecer nenhum tipo de alimento, nem mesmo água.

O leite materno e a fórmula infantil possui todos os nutrientes necessários para o desenvolvimento do bebê. Entre os dois tipos de leite, o materno é o mais completo que existe, pois, ele se adapta a todas as necessidades do bebê, sejam elas nutricionais ou imunológicas.

Porém, existem casos raros em que os bebês precisam iniciar a introdução alimentar mais cedo. Lembre-se, cada caso é um caso! Se o bebê não estiver se desenvolvendo o suficiente com a fórmula ou leite materno, o médico poderá orientar se é necessário iniciar a introdução alimentar ou não.

Em hipótese alguma, tome uma decisão sem consultar um pediatra. Após uma avaliação, o pediatra poderá dizer se é realmente necessário começar a introdução alimentar antes do período recomendado.

O que fazer após a licença maternidade?

O fim da licença maternidade faz com que as mães voltem ao trabalho antes mesmo da introdução alimentar começar. Embora alguns bebês fiquem sob os cuidados dos avós, parentes próximos ou babá, muitos deles vão para as creches e escolinhas para bebês.

Para os bebês que ficam com parentes ou babá, é possível manter um estoque de leite materno ou continuar o aleitamento através de fórmula até os 6 meses de vida. Caso o bebê já tenha completado os 6 meses, é necessário deixar um estoque de papinhas prontas.

Já no caso dos bebês que ficam sob os cuidados na creche ou escolinha infantil, se o bebê ainda estiver em fase de aleitamento exclusivo, algumas creches e escolinhas permitem que as mães deixem o leite materno. Os bebês que consomem fórmula infantil possuem uma adaptação mais fácil, nesse caso.


Em relação a introdução alimentar, os pais podem também fazer as papinhas e deixá-las na creche para que o bebê consuma os alimentos preparados em casa. Algumas creches e escolinhas oferecem papinhas e comidinhas preparadas no próprio lugar.

Por fim, após a licença maternidade, a alimentação do bebê irá variar de acordo com as características mencionadas. 

Como ter uma Alimentação Infantil Saudável dos 2 a 10 anos

Saiba como as brincadeiras são essenciais na construção de uma rotina saudável que leve a um sono de qualidade

Introdução Alimentar

Quais alimentos oferecer em cada fase?

Considerando que o bebê só deve começar a introdução alimentar após completar 6 meses de vida, há alguns cuidados ao oferecer novos alimentos para o bebê. Entre os principais cuidados está a escolha dos alimentos, como oferecê-los em cada fase e o que deve ser evitado.

Primeiro, vamos falar sobre os alimentos que devem ser oferecidos e posteriormente quais devem ser evitados, seguindo as recomendações dos órgãos de saúde.

Sólidos

Os alimentos sólidos devem ser oferecidos a partir de 6 meses de vida. Porém, nos primeiros meses da introdução alimentar é aconselhado que o bebê consuma apenas papinhas para estimular a mastigação e evitar engasgamento.

Entre o 7º e o 8º mês de vida do bebê, já pode ser iniciado a oferta de alimentos ainda mais consistentes, pois, nessa fase muitos bebês possuem dentes que auxiliam na mastigação. Nessa fase, é indicado utilizar o método BLW, oferecer frutas inteiras e deixar as papinhas mais consistentes.

Segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria, a partir dos 12 meses de vida, o bebê já pode consumir a mesma comida que a família, desde que a alimentação seja saudável.

Seguindo esta ordem cronológica, temos os seguintes alimentos e as fases da introdução alimentar:

  • 6 meses – papinhas de fruta, papinhas salgadas e alimentos in natura macios;
  • 7 a 8 meses – papinhas de fruta, papinhas salgadas consistente e alimentos in natura macios;
  • 12 meses – comida da família, desde que a alimentação seja saudável.

Líquidos

Os líquidos quase sempre são esquecidos quando o assunto é introdução alimentar, mas eles também fazem parte dessa fase. Isso porque antes dos 6 meses não é recomendado oferecer nenhum tipo de líquido para o bebê, nem mesmo água.

Assim como os alimentos sólidos, os líquidos devem ser apresentados após o bebê completar 6 meses de vida. A partir dessa idade, o bebê pode ingerir água, chás e água de coco, desde que os líquidos não substituam as refeições ou o aleitamento.

Até os 12 meses, não é recomendado oferecer sucos para o bebê. Isso porque os sucos possuem grande concentração de açúcar e pouca fibra. Mesmo os sucos naturais, ao transformar a fruta em suco perde-se muitos nutrientes, incluindo a fibra alimentar.

Alimentos indicados para bebês

  • Legumes (abobrinha, chuchu, abóbora, beterraba, cenoura, vagem, quiabo e maxixe);
  • Verduras (espinafre, repolho roxo, repolho verde, couve-flor, brócolis e couve);
  • Frutas (laranja, melancia, melão, mamão, caqui, maçã, pera e abacate);
  • Leguminosas (Feijão carioca, preto, branco, fradinho, lentilha, ervilha e grão de bico);
  • Tubérculos (batata, mandioca, arroz, macarrão, batata doce, cará, milho, mandioquinha e inhame);
  • Proteínas (ovo, peixe, carne e frango).

Todos esses alimentos devem ser oferecidos preferencialmente in natura ou minimamente processados. Isso significa preparações caseiras sem processos industriais. Além disso, para a elaboração de papinhas é indicado amassá-las com um garfo. Bater no liquidificador, mixer e outros itens deste tipo, retira as fibras dos alimentos e torna as papinhas menos nutritivas.

A Importância da Higiene do Sono para lidar com a insônia Comportamental Infantil

Dicas de brincadeiras que podem ajudar na construção de uma rotina saudável

Alimentos não indicados para bebês

  • Industrializados – o processo de industrialização retira nutrientes importantes e aumenta a quantidade de sódio dos alimentos;
  • Ultraprocessados – ricos em sódio e muitos outros conservantes, esses alimentos fazem mal à saúde de qualquer pessoa;
  • Frituras – o processo de fritura também retira alguns nutrientes dos alimentos acrescentando um percentual de gordura muito elevado;
  • Açúcar – alimentos ricos em açúcar deve ser evitados, assim como o próprio açúcar nas preparações.
  • Temperos – todo tipo de tempero industrializado deve ser evitado. Para a preparação das papinhas, é indicado utilizar pouco ou nenhum sal, cebola e cheiro verde apenas;
  • Sucos – mesmo os naturais, os sucos devem ser evitados até os 12 meses de vida. Após completar 1 ano, é recomendado evitar a ingestão de sucos diariamente. 

Também é indicado não oferecer leite de vaca, mel e outros alimentos que possam causar alergia até os 12 meses. Após completar 1 ano de vida, é indicado oferecer esses alimentos e avaliar se a criança apresentará algum sintoma de alergia.

introdução alimentar

Amamentação x Introdução Alimentar

Com o início da introdução alimentar, é comum que as pessoas pensem em parar de amamentar. Na verdade, esse é um grande erro! Se a amamentação está indo bem, não tem porquê parar de amamentar o bebê ao iniciar a introdução alimentar.

É recomendado que os bebês sejam amamentados com leite materno até os 2 anos de vida ou mais. Esse ato além de proporcionar nutrientes, anticorpos e outros itens necessários para o desenvolvimento da criança, proporciona amor, carinho e uma interação enorme entre mãe e bebê.

Não é porque a criança começou a comer que ela precisa parar de mamar. Claro que tanto a amamentação quanto a alimentação, têm seu momento na rotina do bebê. Com o início da introdução alimentar, é indicado que o bebê tenha horários específicos para as refeições e que as mamadas não sejam realizadas próximas ao horário das refeições.

Também é importante que as mamadas não substitua as refeições. No início, é comum que os bebês comam pouco, por isso, acabam mamando mais ao longo dos dias. Mas com o passar do tempo, as mamadas tendem a diminuir conforme a criança vai se adaptando a rotina alimentar.

Maternidade e Carreira: amamentação e a volta ao trabalho

Tipos diferentes de começar a introdução alimentar

Existem mais de um tipo de introdução alimentar. Embora o método com papinhas seja o mais comum, dá para iniciar a introdução alimentar utilizando outro método desenvolvido recentemente, que é chamado de BLW, Baby-Led Weaning. A seguir falaremos sobre os métodos utilizados para a introdução alimentar:

  • Tradicional -é o método baseado em papinhas, onde os alimentos são amassados com o garfo ou colher para que a textura fique consistente, porém, fácil de ser consumida pelo bebê.
  • BLW – é o método que consiste na alimentação guiada pelo próprio bebê. Isso significa que é a criança que leva o próprio alimento à boca, por isso, é indicado utilizar alimentos macios que caibam na mão da criança. Dessa forma, o bebê consegue identificar sabores, texturas, cheiro, entre outros sinais relacionados a alimentação.
  • Participativa – é o método que mistura as duas modalidades mencionadas. Neste método, é oferecido papinhas e alimentos consistentes para o bebê comer sozinho.
introdução alimentar

Como aprender mais sobre introdução alimentar?

Todos as informações mencionadas até o momento são conceitos básicos de uma introdução alimentar feita da maneira recomendada por órgãos de saúde. Porém, alguns pais ainda enfrentam dificuldades ao iniciar a introdução alimentar.

Para aqueles que estão com dificuldades ou para os pais que precisam de mais informações sobre o assunto, é indicado ler livros sobre o assunto ou fazer cursos específicos.

Pensando nisso, nós desenvolvemos um e-book específico para ajudar você nessa fase tão importante para o bebê. Antes de falarmos sobre o e-book, é importante que você saiba que muitas pessoas têm dúvidas quanto a introdução alimentar. Então, se você está passando por isso também, veja algumas das dúvidas mais comuns a respeito dessa fase:

  • Meu bebê não come, será que ele não gosta das papinhas?
  • Quais receitas de papinhas oferecer para o bebê?
  • Pode congelar papinha?
  • Como descongelar a papinha?
  • Pode usar o microondas?
  • Pode congelar papinha de fruta?
  • Quais são os potes indicados para armazenar papinha?
  • Como oferecer papinha para bebê?
  • Como oferecer outros alimentos para bebê?
  • Quais são os itens necessários para a introdução alimentar?
  • Bebê faz cara feia ao comer, o que fazer?

Se você tem alguma ou mais de uma dessas dúvidas, isso é totalmente normal. A única coisa que você de fato precisa se preocupar é se o bebê está perdendo peso ou se apresentou alguma alteração gastrointestinal ao iniciar a introdução alimentar.


Caso você tenha notado algum sintoma diferente, consulte um médico pediatra para descartar qualquer hipótese.

E-book Introdução Alimentar do Amor e Maternidade

introdução alimentar

Está com muitas dúvidas sobre a introdução alimentar? A melhor coisa a se fazer é aprender mais sobre o assunto. No E-book Introdução Alimentar do Amor e Maternidade, você aprenderá mais sobre introdução alimentar, além de aprender receitas salgadas, doces, método BLW e terá como bônus várias dicas para te ajudar nessa fase.

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA SEU E-BOOK

Vantagens do E-book Introdução Alimentar

O E-book que desenvolvemos é uma ótima forma de variar o cardápio do bebê oferecendo papinhas saborosas feitas com alimentos saudáveis e nutritivos. Veja a seguir quais vantagens você terá ao adquirir este e-book completo sobre introdução alimentar:

  • Variedade de receitas de papinhas;
  • Receitas fáceis e rápidas para o dia a dia;
  • Mais tempo para cuidar do bebê, já que você passará menos tempo na cozinha;
  • Receitas para montar um cardápio completo;
  • Orientações sobre o método BLW;
  • Recomendações sobre a introdução alimentar;
  • Conhecimento sobre o que é necessário para essa fase do bebê.

Garantia de 7 dias – Compre sem riscos

Só queremos o que é justo, por isso, se você não estiver satisfeito com o e-book nós devolvemos seu dinheiro em até 7 dias após a compra. Isso significa que você não corre riscos ao adquirir este e-book. Caso você não goste do material fornecido, basta pedir reembolso dentro do período de 7 dias e você receberá seu dinheiro de volta.

Pagamentos seguros

Você pode adquirir seu E-book Introdução Alimentar comprando com cartão de crédito, PayPal ou boleto bancário. Fique tranquilo que os pagamentos são 100% seguros, pois, a compra é feita através do site da Hotmart.

Se você ainda não conhece a Hotmart, saiba que esse é um dos portais mais conhecidos na internet para a compra e venda de e-books e cursos de todos os tipos. Veja você mesmo no Reclame Aqui. A Hotmart possui nota 8.5, que é uma ótima avaliação para empresas cadastradas na plataforma.

Como adquirir o E-book Introdução Alimentar?

É fácil, rápido e simples adquirir seu E-book Introdução Alimentar criado pelo Amor e Maternidade. Basta acessar o e-book clicando aqui e seguir o passo a passo:

  • Ao acessar a página do e-book, clique em “Comprar” ao lado direito da tela;
  • Informe seu nome completo, endereço de e-mail e clique em “Próximo passo”;
  • Agora selecione o método de pagamento que preferir e clique ao final da tela no botão verde;
  • Pronto, sua compra estará concluída.

Assim que o pagamento for confirmado, você receberá todas as orientações necessárias para baixar o e-book. Caso tenha feito o pagamento por boleto bancário, saiba que a confirmação do pagamento pode demorar de 1 a 2 dias úteis.

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA SEU E-BOOK

introdução alimentar

Dúvidas frequentes sobre o E-book

Caso você ainda tenha dúvidas sobre o E-book Introdução Alimentar, veja algumas respostas que podem te ajudar!

1. O que é um e-book?

Trata-se de um livro 100% digital que você pode baixá-lo pela internet e ler onde quiser utilizando um celular ou computador.

2. Preciso de conexão com a internet para ler o e-book?

Não, após baixar o material você poderá ler quando quiser e onde quiser, sem precisar estar conectado com a internet.

3. Como faço para adquirir o e-book?

Após a confirmação do pagamento, você receberá um e-mail com todas as instruções para baixar seu e-book. Lembrando que para pagamentos via boleto bancário a confirmação pode demorar de 1 a 2 dias úteis.

4. É seguro pagar com cartão de crédito?

Sim, o site da Hotmart, que é o intermediador dessa compra, garante a privacidade dos seus dados, assim como a segurança de toda a transação.

5. Como funciona a garantia de 7 dias?

Após receber o e-book, você terá até 7 dias para avaliar se o material oferece tudo que promete. Caso você não esteja satisfeito, basta solicitar o reembolso informando o motivo e você receberá o valor de volta.

6. As receitas são recomendadas para bebês?

Sim, pode ficar tranquilo que todas as receitas que aparecem no E-book Introdução Alimentar do Amor e Maternidade são receitas recomendadas para bebês baseadas em alimentos saudáveis, nutritivos e que podem ser oferecidos para bebês.

7. Não sei nada sobre introdução alimentar. Posso adquirir o e-book mesmo assim?

Claro! O e-book foi criado para quem está começando a entender sobre introdução alimentar. Você aprenderá com este material tudo que é necessário para essa fase, incluindo receitas, dicas e métodos para alimentação.

8. Não sei cozinhar! Será que conseguirei fazer as receitas?

Seguindo o passo a passo das receitas, você conseguirá fazer as papinhas indicadas no e-book. Todas as receitas são bem fáceis de fazer, por isso não precisa se preocupar! Siga as instruções conforme descritas no e-book e você conseguirá fazer as papinhas facilmente.

9. Se o bebê não gostar das papinhas, o que eu faço?

A adaptação na introdução alimentar ocorre aos poucos. É comum que o bebê rejeite certos alimentos ou tenha preferência por outros. Se isso acontecer, não se desespere! É importante não insistir e oferecer o mesmo alimento novamente em outra ocasião. Os especialistas aconselham que o bebê prove pelo menos 15 vezes o mesmo alimento para que ele se adapte ao sabor do alimento.

10. Posso usar as receitas para montar um cardápio?

Sim, todas as receitas são baseadas em alimentos saudáveis e nutritivos para o bebê. Sendo assim, você pode montar livremente um cardápio alimentar para seu bebê tendo como base as receitas ensinadas no e-book.

Quem criou o E-book Introdução Alimentar?

O blog Amor e Maternidade é o responsável pela criação do E-book Introdução Alimentar. Então, se você já conhece nosso trabalho aqui no blog, sabe que pode confiar ao adquirir o material completo.

Nós pensamos em todos os detalhes para que você possa aproveitar ao máximo a introdução alimentar. Afinal, a introdução alimentar também precisa de muito afeto, carinho e dedicação.

Para que você não tenha que ficar horas na cozinha criando receitas e experimentando coisas novas, criamos receitas de papinhas indicadas para bebês a partir de 6 meses de vida. Todas as receitinhas são pensadas para agradar o paladar, nutrir e auxiliar no desenvolvimento do bebê.

Com as receitas práticas, você gasta menos tempo cozinhando, pois, todas as receitas já foram testadas e você só precisará seguir as instruções. Dessa forma, você terá mais tempo livre para cuidar do bebê sem se preocupar com o que fazer para o almoço ou jantar do bebê.

Você pode ainda conferir outros materiais sobre introdução alimentar aqui no blog. Caso tenha alguma dúvida sobre o e-book, pode deixar nos comentários que respondo assim que possível.

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA SEU E-BOOK

Introdução Alimentar
Autor

Sou Mayara Figueredo, tenho 34 anos. Mãe em tempo integral, esposa e administradora do lar!  Venha compartilhar seus momentos e experiências na maternidade comigo. Sejam bem vindos!

10 Comentários

  1. Caroline Silva Resposta

    Não sabia que era a partir dos 6 meses e que nem água poderia antes. Triste é ver crianças muito pequenas já nos fast foods, ou tomando refrigerante.. tem que ter cuidado pra não virar um futuro obeso.

  2. INGRID RAGGIO Resposta

    Essas dicas sao essenciais para uma alimentação saudavel para as crianças
    Adorei seu post, bem esclarecido

  3. Post super completo e importante para mães e pais! Já vou indicar esse conteúdo para alguns conhecidos. Parabéns pelo trabalho!

    • Acho que essa fase de introdução alimentar é uma das mais difíceis, principalmente para os pais de primeira viagem. Daí a importância da pesquisa e busca por informações. Muito bacana a ideia do ebook! Parabéns! Sucesso!

      • Mayara Figueredo Resposta

        Olá Malu! Boa tarde, obrigada! É sim, por ter passado por esse período e não ter esse tipo de informação que resolvi fazer! Bjus

Deixe seu comentário

Pin It
Traduzir
error: Content is protected !!